Passeios Ecofluviais em Canavieiras

imagemdestaque_data,0,5747470c-4498-47dc-9e97-c1d1f9bfa1cc.jpg

A bela Canavieiras agrega várias ilhas em seu território, revelando cenários exuberantes, de uma natureza ainda bastante preservada. A partir da cidade ocorrem vários passeios de barco pelos caudalosos rios da região, cercados de manguezais e praias pouco exploradas, num trecho que vai até a paradisíaca Belmonte.

Hidrovia Canavieiras-Belmonte:
O trajeto começa no Sítio Histórico Governador Paulo Souto, seguindo para o Sul de Canavieiras pela hidrovia, onde se contempla a fauna e a flora abundante do local. Cruzando manguezais e fazendas de cacau em direção ao município vizinho de Belmonte, pode-se apreciar imponentes casarios neoclássicos do século XVIII e degustar fabulosos guaimuns. O retorno para Canavieiras ocorre pelo mesmo trajeto, e o tempo estimado da jornada é de seis horas, sempre dependendo da tábua das marés.

Lama Negra: Este é um dos principais atrativos de Canavieiras. O passeio tem saída do píer do Sítio Histórico, visitando o local internacionalmente conhecido como Lama Negra, dotado de um composto medicinal bastante procurado. A paisagem apresenta vastos manguezais e sua grande biodiversidade. O roteiro ainda inclui uma breve parada no pontal da Ilha de Atalaia, onde se pode apreciar o encontro das águas (mar e rio). O tempo estimado é de duas horas.

Barra do Peso: Seguindo de barco rumo ao sul de Canavieiras, o visitante cruzará vastos manguezais, indo ao encontro da praia, ainda deserta, da Barra do Peso, na divisa entre Canavieiras e Belmonte. O retorno a Canavieiras inclui uma breve e deliciosa parada para um banho de mar na Barra de Atalaia. O passeio dura cerca de 4 horas.

Luau: Em noites de lua cheia, organiza-se um maravilhoso passeio romântico, acompanhado de uma boa música, no trecho que se estende entre o Sítio Histórico e a Barra de Atalaia.

Revoada: A revoada das garças é um belo espetáculo observado por volta das 17h, e traz, além da conhecida garça branca, uma variante da espécie, na cor azul, promovendo um pôr do sol bem mais colorido. Com sorte, o visitante poderá ainda contemplar o balé mágico dos botos nas águas da região.

Pescarias: O mar da região apresenta grande piscosidade, e por isso é muito fácil fretar um barco no cais da cidade para curtir uma boa pescaria. Os roteiros seguem para os rios locais e para o alto mar, onde se pode fisgar dourados, garoupas, cavalas e muitas outras espécies bastante procuradas. O grande destaque fica por conta do Royal Charlotte Bank, um dos maiores pesqueiros do Marlin Azul no mundo.

Outras Opções

Bahia.com.br
Copyleft 2019