Nilo Peçanha

nil.jpg

A cidade teve origem em 1565, a partir da vila de Santo Antônio de Boipeba. Em 1618, foi criada a freguesia de Divino Espírito Santo de Boipeba que, em 1930, passou a se chamar Nilo Peçanha.

Cortada pelo imponente Rio das Almas, pico para a prática do rafting, a cidade se abre em belas paisagens com praias e cachoeiras. Nos povoados de Boitaraca e Jatimane – este último, passagem obrigatória para quem vai à Praia de Pratigi pela estrada asfaltada – comunidades remanescentes de antigos quilombos mantém viva a tradição negra.

Bom exemplo disso é o grupo folclórico Zambiapunga, que se apresenta ao longo do ano acompanhado pelo som de enxadas vibradas por percussão, tambores e búzios soprados, seguindo a herança dos ancestrais negros em celebração e pedidos de proteção divina para as colheitas. Vestidos a caráter com máscaras, chapéus afunilados, camisas brilhantes e calças com fitas coloridas, os integrantes promovem uma festa animada que agita a vila local.


Atrações

Outras Informações

  • Características
  • Artesanato
  • Gastronomia
  • Manifestações Culturais
  • Telefones Úteis
  • Como Chegar

Roteiros


Bahia.com.br
Copyleft 2019