Abaré

A região era primitivamente habitada por indígenas. Na primeira metade do século XIX, Nicolau Tolentino, procedente de Salvador, chegou para administrar terras recebidas de seu pai por doação, organizando a fazenda Abaré, local onde posteriormente edificou a capela de Santo Antônio. Em torno da construção religiosa, foram erguidas outras moradias, formando-se um povoado com a mesma denominação da fazenda. O município foi criado com parte dos territórios dos distritos de Abaré e de Ibó, desmembrados de Chorrochó, por força de Lei Estadual de 19.07.1962. A sede foi elevada à categoria de cidade quando da criação do município. É o terceiro produtor baiano de cebola e tem expressiva produção de tomate. Na pecuária, destaca-se o rebanho ovino. Seu parque hoteleiro registra 25 leitos.

Na zona urbana do município, igrejas do início do século destacam-se entre as atrações turísticas. Na zona rural, a prática de passeios de barco pelo Rio São Francisco e a praia do Porto. Bares, lanchonetes e restaurantes, serviços de aluguel de barcos e canoas. A Praia do Porto é uma praia fluvial urbana com cerca de 400 metros de extensão e vegetação de caatinga. A areia é grossa e de cor dourada. Na margem do rio funciona um ponto de ancoragem natural para pequenos barcos e canoas. Um grande cruzeiro com base de alvenaria e cruz de madeira, medindo cerca de três metros de altura, encontra-se localizado na praia. Existem barcos e canoas que podem ser alugadas para passeios no Rio São Francisco.


Atrações

  • Praia do Porto

    A praia fluvial tem cerca de 400 metros de extensão e é rodeada pela...

Outras Informações

  • Características
  • Artesanato
  • Gastronomia
  • Manifestações Culturais
  • Telefones Úteis
  • Como Chegar
Bahia.com.br
Copyleft 2019