Cairu

Paraíso do Baixo Sul da Bahia, Cairu é atualmente o terceiro destino turístico mais visitado do estado. A cidade, que fica a 308 km de Salvador, tem nome com raízes bem brasileiras; o nome “Cairu” deriva-se do Tupi Guarani e significa “Casa do Sol”. De fato, não poderia ser diferente: uma temperatura média anual de 25,3 OC e sol e praia o ano inteiro. Resultado? Atrai turistas de diversas partes do mundo.

Formado por 36 ilhas, esse é um dos poucos municípios arquipélago do Brasil. Na alta estação, aproximadamente 200 mil pessoas que chegam para desfrutar do belíssimo cenário de Cairu. A cidade revela uma diversidade única de recursos ambientais, turísticos, econômicos, culturais, históricos, humanos e tantos outros ainda não explorados. Guarda segredos da história do Brasil e belezas inigualáveis que deixam os visitantes encantados.

A atividade econômica do município está baseada principalmente no turismo, também por isso é considerado um dos destinos indutores internacionais do turismo pela EMBRATUR. Para acolher seus visitantes, o local possui uma incrível infraestrutura hoteleira e mais 120 bares e
restaurantes.

O município fica em uma região rica em bens culturais materiais e imateriais. São dois sítios histórico-naturais classificados pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – IPAC: o centro histórico da cidade de Cairu e o Sítio de Morro de São Paulo. Além disso, são 14 monumentos
isolados espalhados pelo município.

Quem vai à histórica cidade não pode deixar de visitar o Convento de Santo Antônio, o mais importante monumento arquitetônico da Ordem Franciscana, um dos primeiros do Brasil – e marco do Barroco brasileiro, a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, as ruas de pedra, os casarios coloniais e o cais do porto. Em Morro de São Paulo, um dos principais monumentos é a Fortaleza, que cerca boa parte da Vila. Além dos monumentos históricos, a região oferece inúmeras ilhas, cercadas de águas claras e mornas. Possui faixas de praias inabitadas e mata atlântica rica em fauna e flora tropical. Neste cenário, o visitante pode se desafiar em esportes de aventura, náuticos e nos passeios ecológicos.

É um verdadeiro arquipélago de opções. Cairu é formado por 26 ilhas onde se destacam a Ilha de Cairu, Ilha de Tinharé e Ilha de Boipeba. A cidade possui ainda diversos destinos, todos eles de relevante importância para o turismo da Bahia e do Brasil. O principal desses destinos é Morro de São Paulo, no arquipélago de Tinharé. É uma das principais portas de entrada e vitrine do município. Segundo pesquisa do ministério do Turismo, o Morro é um dos destinos com maior índice de aprovação e retorno em todo o Brasil. O balneário é dividido em cinco praias, cada uma para um tipo de público distinto.
 
Não diferente do Morro, outra ilha é Boipeba, reserva ainda mais tradição e encanto aos turistas. O ponto forte da ilha são as paisagens que impressionam pela beleza e perfeição. O Rio do Inferno separa Boipeba da Ilha de Tinharé. O lugar mais parece um paraíso, onde só se ouve o barulho da água doce que calmamente se encontra com o mar. O final de tarde, ali, é palco de um espetáculo imperdível da natureza: o pôr do sol com uma fantástica mistura de cores e encanto. 

Povoado localizado na costa do Oceano Atlântico, entre as localidades de Velha Boipeba e Ponta dos Castelhanos, Moreré também tem seus encantos. Ainda hoje não possui atracadouro, sendo o embarque e desembarque de cargas e pessoas feitos pela praia com a ajuda de canoas. É conhecida pelas piscinas naturais, próximas à costa, com bar náutico, onde o visitante pode mergulhar pelos corais, alimentar cardumes de peixes e se deliciar com a gastronomia local.

O que não falta é ilha bonita para conhecer em Cairu. Os principais destinos são os mais bombados, em especial na alta estação, mas sempre há um cantinho para quem quer sossego. A rota alternativa para o turista que procura tranqüilidade e um cenário mais pacato e não menos bonito aponta os nomes das ilhas de Garapuá, Gamboa, Canavieiras, Galeão e São Sebastião.